O que fazemos neste curso é definir um programa que abarque lições de técnica do instrumento e momentos de escuta. Esses momentos de escuta são encontros dedicados à audição de certos artistas e bandas, nos quais procuraremos nos aprofundar ao longo do curso. 

Tendo a duração de até um ano, o curso dedica metade do seu tempo ao conhecimento de tais artistas. 

Quantos artistas? Não devem ser mais do que três ao longo de um ano. Um por semestre é o ideal.

Quais artistas? À minha escolha e respeitando as aptidões dos alunos.

Como é o aprofundamento na obra e na personalidade desses artistas? É mesmo na obra e na personalidade. Pesquisaremos os locais (países, cidades, cenas) de onde eles emergiram; observaremos o desenvolvimento de sua musicalidade; as obras  principais (p. ex. álbuns) uma a uma; acessando materiais como discos, filmes, textos; percebendo as alterações e as continuações dos gestos musicais dessas pessoas ao longo do tempo. Em paralelo, o repertório de músicas tocadas pelo aluno poderá incluir músicas desses artistas, permitindo uma verdadeira “especialização” em tal repertório. 

A quem se destina o curso? O ideal é que os participantes já estejam minimamente iniciados em seus instrumentos (guitarra ou violão), pois assim podemos distribuir melhor o tempo entre encontros de treinamento prático e os encontros de audição. Mas é possível também que um iniciante participe da proposta.